Bolo de banana (sem trigo)

bolo de banana 3


Bolo é sempre bem vindo!!! Seja no café da manhã ou da tarde, num pic nic ou para um lanche fora de hora…  E bolo de banana é aquela simplicidade, aroma e doçura… Um sabor tão conhecido que parece que vem das memórias da infância e traz junto esse afeto da comida feita em casa, porque banana é fruta simples, que farta, que alimenta e nunca se perde, podendo sempre virar doce ou bolo… E nessa receita podemos usar bananas no ponto ou bem maduras, e se forem orgânicas, pode-se usar também as cascas e aproveitar a fruta inteira, com todas as fibras e vitaminas!!!

Esse bolo de banana não leva farinha de trigo, nem leite , nem ovos! É fácil de preparar, é fofinho e muito apetitoso. Ele puro já é bem gostoso, mas dá para criar variações da receita, pode-se acrescentar uvas passas, nozes picadas ou chocolate em pedaços à massa antes de assar que vai dar aquela incrementada, e o “simples” bolo de banana ganha outros ares e sabores!!!

Bolo de Banana (sem trigo)

Ingredientes

1 xic. de açúcar mascavo

6 col. de chá de linhaça moída (e hidratada por 15 minutos em 3/4 xic de água)

1 pitada de sal

4 bananas (3 para a massa do bolo e 1 para decorar; para a massa pode -se usar as bananas com a  casca)

1 col. de chá de canela em pó

1/2 xic. de óleo de girassol

1 xic de farinha de aveia

1 xic. de farinha de arroz

1 col. de chá de bicarbonato de sódio

 

Modo de preparo

Pré aqueça o forno e unte uma forma.

Bata no liquidificador os seis primeiros ingredientes (açúcar mascavo, linhaça já hidratada, sal, bananas, canela, óleo)  até formar um creme liso. Em uma bacia, junte a esse creme os demais ingredientes mexendo para misturar bem. É bom peneirar as farinhas para melhor incorporá-las à mistura.  Se quiser, acrescente uvas passas, ou nozes, ou chocolate em pedaços por último, quando a massa já estiver homogênea. Coloque a massa na forma untada, e delicadamente coloque rodelas finas de banana por cima da massa, polvilhe um pouco de canela e leve ao forno pré-aquecido para assar em forno médio por aproximadamente 30 minutos.

Depois de assado é só esperar esfriar e bom apetite!!! 😉

 

Pão de “Beijo”

IMG_1435

Pão de “Beijo” é o carinhoso nome para uma versão vegana do tradicional pão de queijo mineiro.

Muito saboroso, mais saudável e ético que o tradicional, por não levar nenhum ingrediente derivado de animal, este pãozinho tem o característico puxa-puxa do original!  Ao fazê-lo sem leite ou queijo animal, nem ovos, este pão de “beijo” revela que o seu gostinho azedinho característico vem do polvilho e não do queijo! Muito mais amor e vida, sem lactose, sem colesterol, sem glúten e sem sofrimento animal!

Para fazer a alegria das crianças e adultos, uma receita simples e prática,  um alimento tão característico brasileiro em uma versão vegana, que alimenta o corpo e a alma, nos proporcionando o contato com sabores e lembranças que nutrem também nossas memórias afetivas. Porque não consumir produtos de origem animal significa escolher menos sofrimento e mais criatividade para preencher o mundo com mais vida e amor. Escolher com mais consciência, com mais respeito, com mais informação… escolher o que é bom, bom para todos!

RECEITA  do Pão de “Beijo”

ingredientes:

200 g de polvilho doce;

300g de polvilho azedo;

500g de mandioquinha cozida e amassada ( tipo purê);

150 ml de água quente;

150 ml de azeite extra-virgem;

3 col. de chá de sal marinho.

Modo de fazer:

Em um bacia grande,  misture primeiro os polvilhos e o sal. Acrescente o azeite e misture até formar uma farofa homogênea. Adicione a mandioquinha e a água aos poucos, amassando com as mãos até incorporar tudo em uma massa homogênea. Molde as bolinhas, distribua numa forma com um espaçamento de 3 cm entre elas. Asse em forno pré-aquecido até crescerem e dourarem. O tempo varia de forno para forno, sugiro uns 10 min para pré- aquecer e uns 40 min para assar. Forno em temperatura média ( 180°C a 200°C) .

Obs 1: esta receita de massa é basica, a ela podemos somar sabores, como orégano e outras ervas secas, temperos a gosto, como tomilho, salsa e açafrão ou também azeitonas picadinhas. Como variação da receita pode-se usar mandioqunha apenas ou outro purê, combinando por exemplo batata e cenoura. Fica uma delícia!

Obs 2: Para armazenar, pode-se congelar as bolinhas e assá-las direto sem descongelar, apenas vai demorar um pouco mais no forno. Pode-se também guardar a massa pronta na geladeira (ela pode ficar até uma semana na geladeira), apenas amasse um pouco  a massa antes de moldar e assar.

Cesta de café da manhã Vegana!

Eu amo o café da manhã!!! Sempre gostei daquelas mesas fartas, tipo “café da manhã de hotel”,  ou um bom café colonial, com tudo lindo e pronto para a gente se deliciar tranquilamente, e começar o dia super alimentado! Mas para quem não consome produtos de origem animal,  encontrar opções em uma padaria comum já é difícil, essa fartura, então, ainda não é fácil, pelo menos aqui no Brasil, interior de São Paulo. Por isso eu fiz esta cesta, com muito capricho e amor! Foi uma encomenda, um presente, uma oportunidade  e uma honra pra mim, finalmente reunir todas as “delícias de padadria” que venho desenvolvendo em uma  cesta charmosa, arrematando a decoração com raminhos frescos de hortelã e erva-cidreira, que além de bonitos e aromáticos,  proporcionam um chá muito saboroso. O aniversariante e sua família gostaram muito,  e eu agradeço de  coração  por ter conseguido criar algo que permite desfrutar desse farto café da manhã, com pães, bolos, geléia, queijos e leite, tudo 100%  natural, artesanal e  sem nada de exploração animal!!!

IMG_2568

IMG_2567IMG_2571

Na cesta tem: pão integral 100% com sementes de linhaça e girassol, pão 100% integral adocicado com castanhas e uva-passa, cupcakes de cacau e amêndoas, cupcakes de banana e canela, salada de frutas, aveia, leite de côco e amêndoas,  geléia de morango, queijo branco de tofu, queijo de tomate seco e tofu, queijo de macadâmia e tremoço e requeijão tofupiry. ;-))))