Pão de “Beijo”

IMG_1435

Pão de “Beijo” é o carinhoso nome para uma versão vegana do tradicional pão de queijo mineiro.

Muito saboroso, mais saudável e ético que o tradicional, por não levar nenhum ingrediente derivado de animal, este pãozinho tem o característico puxa-puxa do original!  Ao fazê-lo sem leite ou queijo animal, nem ovos, este pão de “beijo” revela que o seu gostinho azedinho característico vem do polvilho e não do queijo! Muito mais amor e vida, sem lactose, sem colesterol, sem glúten e sem sofrimento animal!

Para fazer a alegria das crianças e adultos, uma receita simples e prática,  um alimento tão característico brasileiro em uma versão vegana, que alimenta o corpo e a alma, nos proporcionando o contato com sabores e lembranças que nutrem também nossas memórias afetivas. Porque não consumir produtos de origem animal significa escolher menos sofrimento e mais criatividade para preencher o mundo com mais vida e amor. Escolher com mais consciência, com mais respeito, com mais informação… escolher o que é bom, bom para todos!

RECEITA  do Pão de “Beijo”

ingredientes:

200 g de polvilho doce;

300g de polvilho azedo;

500g de mandioquinha cozida e amassada ( tipo purê);

150 ml de água quente;

150 ml de azeite extra-virgem;

3 col. de chá de sal marinho.

Modo de fazer:

Em um bacia grande,  misture primeiro os polvilhos e o sal. Acrescente o azeite e misture até formar uma farofa homogênea. Adicione a mandioquinha e a água aos poucos, amassando com as mãos até incorporar tudo em uma massa homogênea. Molde as bolinhas, distribua numa forma com um espaçamento de 3 cm entre elas. Asse em forno pré-aquecido até crescerem e dourarem. O tempo varia de forno para forno, sugiro uns 10 min para pré- aquecer e uns 40 min para assar. Forno em temperatura média ( 180°C a 200°C) .

Obs 1: esta receita de massa é basica, a ela podemos somar sabores, como orégano e outras ervas secas, temperos a gosto, como tomilho, salsa e açafrão ou também azeitonas picadinhas. Como variação da receita pode-se usar mandioqunha apenas ou outro purê, combinando por exemplo batata e cenoura. Fica uma delícia!

Obs 2: Para armazenar, pode-se congelar as bolinhas e assá-las direto sem descongelar, apenas vai demorar um pouco mais no forno. Pode-se também guardar a massa pronta na geladeira (ela pode ficar até uma semana na geladeira), apenas amasse um pouco  a massa antes de moldar e assar.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s